Notícias de T.I.

Explosão na Foxconn pode reduzir produção de iPads

Uma explosão na fábrica da Foxconn no sudoeste da China matou duas pessoas e deixou mais 16 feridas. O acidente ocorreu no edifício que abriga a montagem de iPads 2 e, com isso, as atividades podem ser afetadas, causando uma baixa nos estoques do tablet.

O incêndio foi controlado rapidamente pelos bombeiros, mas, conforme a BBC, os funcionários foram alertados para o risco de uma segunda explosão. A causa do incidente e as suas consequências ainda estão sendo investigadas.

A explosão ocorreu na última sexta-feira (20/05). Na pior das hipóteses, ela pode reduzir a produção do tablet da Apple em 2,8 milhões de unidades, conforme o analista Mike Abramsky da RBC Capital. Isso significa uma diminuição de 36% da produção estimada para o terceiro trimestre. Abramsky nota que, caso a Foxconn seja rápida em executar os reparos, o impacto pode ser bem menor, com uma redução inferior a 1,3 milhão de unidades.


Em comunicado ao site AllThingsD, a Foxconn afirmou que “a produção foi suspensa no local do acidente até a conclusão das investigações” e que a segurança dos seus trabalhadores é a “maior prioridade” da companhia. 

A Apple, por sua vez, se recusou a comentar sobre os impactos na produção do iPad. “Estamos profundamente tristes pela tragédia”, diz o comunicado da empresa. “Estamos trabalhando em estreita colaboração com a Foxconn para entender o que causou esse terrível incidente.”

Conforme a PC World, três das 16 pessoas afetadas pela explosão estão recebendo tratamento contra ferimentos graves. 
  A Foxconn confirmou a terceira morte em decorrência do incêndio em suas dependências. Nove feridos continuam hospitalizados.