Segurança da Informação

Servidores Chineses

Analistas de cibercrimes descobriram que a China pode ter coletado dados da internet por 18 minutos, em Abril. O país absorveu 15% do tráfego da rede comum e do exército americano, além de outros países do ocidente – um belo pedaço. Porém, ninguém sabe explicar a razão.

No entanto, nós sabemos como aconteceu. No dia 8 de abril, os servidores da China Telecom enviaram mensagens dizendo que suas redes eram as mais velozes no momento.
Como a distribuição de tráfego é baseada na confiança entre os provedores de telecomunicação do mundo, outros servidores redirecionaram o tráfego para a China.

O especialista em segurança Dmitri Alperovitch – vice-presidente de pesquisas de ameaças da McAfee – relatou que isso acontece “acidentalmente” algumas vezes por ano, mas dessa vez foi diferente: a rede da China Telecom absorveu as informações e as devolveu sem atraso. Antes, esse tipo de acidente resultava em problemas de comunicação, o que faz os especialistas acreditarem que não foi apenas um acidente, mas uma tentativa deliberada de capturar o máximo possível de informações.

Já a razão do ocorrido, ninguém consegue explicar. Alperovitch completou dizendo que a China pode ter capturado e manipulado as informações que passaram por sua rede:

Esse é um dos maiores – senão o maior – assalto à conteúdo que já vimos. O que aconteceu com o tráfego enquanto ele esteve na China? Ninguém sabe. Imagine a capacidade que os servidores chineses têm. Eu não tenho certeza se outro país poderia receber tanto tráfego sem derrubar tudo.

Enquanto o governo americano acredita que o ocorrido não é alarmante, sem dúvida é algo intrigante. Não faz sentido imaginar a China Telecom fazendo algo tão diferente sem um objetivo específico. Talvez não tenha sido uma ação maliciosa, mas certamente parece um teste das capacidades de sua rede. De todo modo, tudo indica que isso pode acontecer novamente. [National Defense Magazine]

Fonte: http://www.gizmodo.com.br/conteudo/china-absorveu-conteudo-online-do-ocidente