Tira-Dúvidas

Vírus camuflados em sites e e-mails

O meu computador, já pela segunda vez, foi infectado com um vírus. Não sei se foi de um e-mail que recebi ou de um site onde acabei clicando. O que posso fazer para evitar que isto volte a ocorrer?
Mauro Lima - Recife-PE

Mauro, para você se sentir melhor, informo que os psicólogos da Universidade do Estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, descobriram que usuários de computadores têm dificuldades para distinguir entre as mensagens de alarmes falsos do Windows e as reais. Uma experiência - na qual foi testada a reação de 42 estudantes universitários usuários de internet - revelou que quase dois terços deles (63%) clicaram em "Ok" sempre que viam uma janela pop-up de alerta, sendo elas falsas ou não. Muitas pessoas caem nesse tipo de ataque por não reconhecerem os elementos visuais que diferenciam as janelas de alertas falsos daquelas reais.

O que você deve fazer? Eu começaria com a seguinte dica: "Nunca clique no botão ´Clique aqui´". Nada cai do céu. Uma grande oportunidade tem maiores chances de ser fraude do que de fato ser algo bom. Nunca clique nos links presentes em e-mails com assuntos como as "Fotos de final de semana" ou "Você está devendo, clique aqui para se regularizar". Caso acabe baixando um arquivo, não o execute.

Verifique bem qual é a extensão deste arquivo. É comum baixar arquivos com extensões .zip, .rar, .doc, .xls, .jpg, .png, .bmp, .mp3, .mpg, mas caso a extensão seja diferente, faça uma pesquisa antes. Se receber arquivos com extensões como .exe, .scr, .cmd, .bat, .pif, .vbs, .reg, .com, há uma grande chance de ser software malicioso.

 

Marcos Monteiro em 25.03.2013: http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1245850&coluna=1