O meu computador, já pela segunda vez, foi infectado com um vírus. Não sei se foi de um e-mail que recebi ou de um site onde acabei clicando. O que posso fazer para evitar que isto volte a ocorrer?
Mauro Lima - Recife-PE

Mauro, para você se sentir melhor, informo que os psicólogos da Universidade do Estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, descobriram que usuários de computadores têm dificuldades para distinguir entre as mensagens de alarmes falsos do Windows e as reais. Uma experiência - na qual foi testada a reação de 42 estudantes universitários usuários de internet - revelou que quase dois terços deles (63%) clicaram em "Ok" sempre que viam uma janela pop-up de alerta, sendo elas falsas ou não. Muitas pessoas caem nesse tipo de ataque por não reconhecerem os elementos visuais que diferenciam as janelas de alertas falsos daquelas reais.

Não beba antes de encontrar a felicidade, é necessário estar sóbrio para encontra-la, muitos não a encontram por procurar dentro de um copo; depois de achá-la então beba para comemorar.

A confusão parece não ter fim. Depois da decisão do INPI, o Instituto Nacional de Propriedade Industrial, que deu em definitivo o uso exclusivo da marca “iphone” para a Gradiente, a Apple tenta invalidar novamente o registro da empresa brasileira.

Segundo a Apple, a Gradiente não usou a marca “iphone” em um período consecutivo de 5 anos, caducando o direito sobre a marca, conforme estabelece a Lei nº 9279/96.

O primeiro aparelho da Gradiente a usar a marca “iphone” foi o Gradiente iphone Web Series, lançado em 2000. Somente em 2012 a empresa voltou a usar a marca. Porém, a companhia brasileira informa que é justificável o não uso da marca, pois a empresa estava em reestruturação após uma quase falência, impossibilitando qualquer investida no mercado de telefonia móvel.

Gradiente iphone Web Series, lançado em 2000

iphone_gradiente

tablet-search

Canonical anuncia mais uma mudança que está dando o que falar. Após abandonar a tradicional interface gráficaGnome e criar sua própria, a Unity, a empresa sediada em Londres está indo mais além. A companhia vai mudar totalmente o Unity, agora ba

seando seu desenvolvimento no Qt/QML, deixando o GTK3 e o Compiz de fora. O objetivo é ganhar leveza e, principalmente, flexibilidade para entrar em uma nova era do Unity.

A mudança para Qt/QML irá deixar a outra parte do plano mais fácil. A desenvolvedora do Ubuntu irá abandonar o servidor gráfico X.org, responsável por exibir e gerenciar a interface gráfica. Parece algo inevitável, já que o velho X parece estar andando lentamente para as tecnologias atuais. Mas no lugar de usar o Wayland, o servidor gráfico que nasceu para substituir o X.org com facilidade, a Canonical irá fazer seu próprio servidor, o Mir.

Imagine as cenas, um(a) jovem que você não conhece de repente lhe para na rua, lhe dá um beijo e se passa por seu/sua namorado(a), ou um estranho cobrando um valor  que você deve a um amigo. Claro que você reconhecerá que são falsários e tomará as medidas cabíveis (quanto ao primeiro exemplo eu não ouso afirmar a atitude de todos). Esse sistema de defesa é possível porque temos armazenado em nossas mentes os traços e características de cada indivíduo que conhecemos, e podemos fazer o reconhecimento em um encontro posterior. Mas a tecnologia chegou, e com ela a possibilidade de potencializar esse recurso que conhecemos como biometria. Neste artigo discutiremos um pouco sobre o que é, como funciona, e qual o melhor sistema biométrico do mercado.

O que é a biometria?