Introdução

O que é segurança? Segurança é a condição de estar protegido de perigo ou perda. Em informática, estar protegido é manter fora de perigo informações. Sejam elas senhas – da conta do banco ou a senha do e-mail pessoal -, ou arquivos, que podem ser deletados ou copiados. Segurança computacional pode ser, ainda, simplesmente manter o sistema em bom funcionamento (já que existem vírus que apenas prejudicam o seu desempenho, sem interceptar nenhum dado). O Windows, por ser o sistema operacional mais usado atualmente, é o alvo principal de infecções. Essas infecções podem ser:

Solicito sua ajuda para solucionar problema no meu PC que apresenta mensagem na abertura: "Disk boot failure. Insert sistem disk press Enter". Aí fica bloqueado e sempre repetindo a mensagem quando pressiono Enter.

(Joaquim Furtado - Fortaleza-CE)

Joaquim, quando você liga o computador, um sistema na placa-mãe entra em ação e faz uma série de testes. Este sistemas chama-se "Post", sigla para Power On Self Test. Ao testar os componentes básicos de seu computador, este sistema alerta se está tudo bem ou não e emite um bip. Aí, o computador dá o primeiro sinal de vida. Em seguida, o sistema realiza outros testes e emite na sua tela um relatório. São essas letrinhas que você vê no seu computador. Nessas letrinhas, há informações quanto a sua CPU, RAM e dispositivos conectados ao micro. Em seguida, o Post faz outros testes que são configurados indiretamente no Setup de sua placa-mãe, que é onde será dado o boot (que nada mais é do que carregar o sistema operacional, software básico que permite qualquer outro software interagir com seu hardware). P

Utilizo o SuperAntiSpyware como antivírus. Eu posso usar somente ele, ou tenho que usar um outro antivírus? E, se tenho, qual é o melhor antivírus grátis? (José Hudson Brandão)
Hudson, a família de softwares maliciosos são divididas normalmente no modo de agir ou na forma de infectar.

O "cavalo de troia" (trojan) necessita ser executado para entrar em funcionamento, diferente do "vírus´ que tem o poder de replica

r-se no sistema infectado. O pior é o "worm", capaz de infectar uma rede de computadores. Quando falamos então de modo de ação, temos aí o "keylogger" ou "screenlogger", que captura tudo que está na tela do computador ou o que se digita; o "backdoor", que abre uma porta no protocolo de internet que permite a conexão de um entruso; o "bot", que permite o controle total da máquina por parte do invasor; o "banker", especialista em roubar dados bancários. Dentre muitos outros, também temos um programa espião que tem o interesse de pegar dados particulares seus - normalmente de navegação - e enviar para o cybercriminoso.

É interessante observar que a maioria dos usuários de produtos tecnológicos escolhem uma bandeira, um lado, um partido e passam a torcer e a defendê-lo a todo custo. Vemos isso com sistemas operacionais — tradicionais e móveis –, navegadores, hardware e, por que não, serviços de webmail. Usuários do Hotmail, mantido pela Microsoft, e do Gmail, de propriedade da Google, vez ou outra se pegam nos fóruns da vida e tocam a tecer enormes discussões, na maioria das vezes infundadas, um tentando provar que o “seu” é melhor.

Sou novo na área de manutenção e o problema que mais encontro é computador que só "starta" se tirar o conector de 12V. Como posso resolver isso? (Francisco Ferreira)

No computador, a fonte de alimentação alimenta a placa-mãe, que por sua vez possui outras fontes internas, responsáveis pela alimentação da RAM, dos barramentos, chipsets e, por fim, da CPU. Estas fontes na placa-mãe podem ser identificadas por terem um ou mais transistores Mosfet. A CPU é quem mais consome energia. Por esta razão, os PCs a partir da família Pentium 4 vêm com um conector extra no canto superior esquerdo da placa-mãe padrão ATX, ao lado da CPU. Este conector possui duas alimentações de 12V. Ou seja, dois fios amarelos e dois pretos. Eles são inseridos na fonte da CPU para prover uma alimentação extra ou, em alguns tipos de placa-mãe, para prover a única alimentação da fonte da CPU.

Abaixo e ao lado deste conector é possível encontrar uma série de transistores Mosfet. Um recebe a tensão de 12V e outro dá a saída da voltagem, algo entre 0,8 e 1,5V, que é o que alimenta a CPU. No seu caso, Francisco, a fonte de alimentação da CPU que fica na placa-mãe deve estar em curto, ou seja, um destes transistores está em curto. Quando você coloca o conector, um mecanismo de proteção impede que a fonte do computador ligue. Se você desconecta a alimentação da fonte da CPU, a fonte do computador inicializa pois o circuito em curto não está sendo alimentado. Solução? Busque um técnico que tenha habilidade com solda SMD.